3 de set de 2015

Como desenhar o Pequeno Príncipe | Animação em cartaz nos cinemas





Uma garota acaba de se mudar com a mãe, uma controladora obsessiva que deseja definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto, um acidente provocado por seu vizinho faz com que a hélice de um avião abra um enorme buraco em sua casa. Curiosa em saber como o objeto parou ali, ela decide investigar. Logo conhece e se torna amiga de seu novo vizinho, um senhor que lhe conta a história de um pequeno príncipe que vive em um asteróide com sua rosa e, um dia, encontrou um aviador perdido no deserto em plena Terra.

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.” A famosa frase é do livro O Pequeno Príncipe, do francês Antoine de Sanint-Exupéry, uma das obras mais vendidas em todo o mundo e que, até o fim de 2015, será lançada em forma de animação. A adaptação será dirigida por Mark Osborne, diretor de do longa animado “Kung Fu Panda” e traz vozes de famosos como James Franco (raposa), Marion Corillard (a rosa) e Benicio Del Toro (a cobra).



Piloto: Oh! Oh! Eu estou aqui em cima! Boa noite! Menina: Era uma vez em que um pequeno príncipe… que precisava de um amigo? Piloto: Eu viajei para quase todos os lugares do mundo, até que um milagre aconteceu… Pequeno Príncipe: Por favor, desenhe para mim uma ovelha Piloto: Eu sempre quis encontrar alguém com quem eu pudesse compartilhar minha história, mas eu acho que o mundo se tornou adulto demais. (…) Este é apenas o começo da história.

Assisti "O Pequeno Príncipe" e me encantei! Impossível não se emocionar (ou até chorar), seja criança ou adulto, ante a sensibilidade do filme e suas mensagens. De fato, tanto os fãs do clássico livro, quanto aqueles que não o conhecem, aprenderão que "o essencial é invisível aos olhos" e que “o problema não é crescer; é esquecer”. Recomendo!!!